sábado, 26 de dezembro de 2009

Coisas que "viciam" - me viciam


Ultimamente ando viciada em algumas coisas, mas o que mais chama minha atenção, sem duvidas, é Sobrenatural que passa no SBT de segunda a sexta das 21:00 as 22:00 hs.

Não estou viciada nisso só por causa dos protagonistas que são ascoisinhasmaislindasesexiesdoUniverso. Sobrenatural é uma serie que mexe, de certa forma, com minha crença, e sem contar que é super legal e intrigante!

Quando eu leio um livro ou assisto a um filme eu me transporto naquela historia e fico perdida!

A postagem de hoje acabou...vou pesquisar algo sobre Dean e Sam Winchester!

aushuash



Beijooos

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Alguns pensamentos...

Em primeiro lugar: fiquei muito tempo sem postar nos blogs...Falta de ideias? Falta de motivação? Falta de tempo? Realmente não sei!
Mas ultimamente tenho repensado minha vida, talvez seja por causa do final do ano e tals, mas percebi que um ou dois anos eu postava com mais frequência, mais vontade...daí eu me pergunto: Será que de repente minha vida tornou-se sem graça para mim? Será que minha percentagem de preguiça está em alta?
Acho que 2009 não foi o melhor ano de minha vida (e não sei qual foi, pois minha memoria é muito curta...), muitas decepções na escola, com minhas poucas amizades, com minha família, com pessoas que eu pensei serem amigas e certamente pensei errado, comigo e muitas coisas que eu não consegui fazer, não consegui cumprir o que prometi para uma das pessoas mais importantes de minha vida: EU.
Tenho medo de não conseguir realizar meus "velhos" e "novos" sonhos...medo de não conseguir ser o que quero ser, de não ser uma pessoa quase perfeita, porque passei muito tempo tentando conseguir atingir a perfeição, mas parece que apesar de tentar não consigo.
Tenho um jeito muito "nojentinha", mas essa cara de nojenta é para disfarçar minha timidez...sempre tento fazer os melhores trabalhos individualmente e em grupo (apesar de odiar trabalhos em grupo) para que queiram ficar perto de mim e para de certa forma conseguir reconhecimento, coisa que sinto que raramente consigo...pessoas que realmente tem significado para mim sempre me criticam, falam que eu sou egoísta, que eu quero tudo do meu jeito etc, eu sei disso, em parte estão certas, mas essas pessoas também tem defeitos e eu não saio por aí apontando-os na cara delas porque sei que isso machuca...
Sinto falta de encontrar alguém para desabafar! Seria capaz de falar por 24 horas tudo o que estou sentindo, mas isso seria impossível pois sempre sou interrompida... falei para minha mãe me levar num psicólogo, mas ela falou que acha desnecessário...engraçado, porque sou eu quem está com problemas!
Certamente quase ninguém lerá essa postagem, mas mesmo assim insisto em publica-la!
E agora, nesse exato momento, percebo que antigamente postava com frequência porque era mais aberta, porque me desabafava mais...voltarei a fazer isto, porque percebi que ao terminar de "chorar as pitangas" me senti melhor (e ainda me sinto...)
BeijoO

sábado, 21 de novembro de 2009

Eu e minhas experiencias!

Ontem, sexta-feira (20/11) depois do banho, ainda com o cabelo molhado eu resolvi colocar um bob enorme na minha suposta franja, e sabe que ficou beeeeeeem bonito[??!?!], tipo, ela ficou meio lisinha, bonita e meu professor de inglês achou meu cabelo diferente e perguntou se eu tinha feito algo nele (eu falei: - algumas experiências...) e hoje eu fiz bolo de chocolate delicioso, mas que aparentemente era uma experiência de um cientista louco que tinha dado errado; ele ficou meio (que quer dizer super) murcho no meio e a cobertura ficou estranha... mas ficou gostosinho... e feio¬¬ e para completar o dia eu fiz um shorts saruel com um pedaço de pano (aprendi com o Ronaldo Esper)...é fresquinho, ótimo pra usar no verão!!
E você? Tem alguma experiência para me contar?

sábado, 14 de novembro de 2009

Violencia...liberdade!

Viver é fácil, sobreviver é difícil!
Por que isso acontece? Será que por causa da violência? Ou será por causa da incompreensão de todos?
É difícil sobreviver em um mundo onde não se pode confiar inteiramente nas pessoas ou que se tenha que confiar desconfiando.
Hoje em dia vivemos com medo de assalto, de estrupo, de ofensas e cia., vivemos praticamente presos em nossas próprias casas porque a rua já não está tão segura quanto antes; pais tem medo de deixarem os filhos na escola porque é perigoso - não só por causa dos bandidos, mas por causa de professores que batem, estrupam etc-, a cada dia que passa os adolescentes ficam mais presos, seja nas drogas, nas bebidas, nos vícios ou em casa para 'fugir' de tudo isso. E como se já não bastasse os bandidos 'normais' temos os bandidos que vestem fardas, que usam colarinho branco, que usam batinas, que se vestem elegantemente e começa à pregar para os 'irmãos' que tem que contribuir a cada vez mais (com dinheiro, claro...porque contribuir com compaixão já não é mais suficiente...).
A violencia está em toda parte, de todas as formas e atinge à todos, seja direta ou indiretamente e é quase impossivel fugir dela... o motivo? Eu realmente não sei...talvez seja medo, talvez porque ja acostumamos a fechar os olhos e acreditar que é tudo um sonho, talvez porque temos preguiça de nos mexer para melhorar a situação, talvez seja por medo.
O exesso de violencia tira completamente a liberdade (exeto de pessoas corajosas que se arriscam ou de pessoas "burras" que pensam que nada vai contecer à elas) e o sono de pessoas que se preocupam com a situação -que vem de muito tempo- e que ficam pensando em como mudar tudo isso, mas que na maioria das vezes não conseguem arrumar uma solução.
A união realmente faz a força, mas com a falta de confiança e a descrença no ser humano é dificil ter uma força...
...
Eu me pergunto: Até quando isso vai durar? Até quando iremos aguentar?
Beeijinhos*

sábado, 24 de outubro de 2009

Trabalhos em grupo

OMG!
Como isso me irrita!
Trabalhos em grupos são terríveis, as opiniões nunca batem e eu gosto de mandar - e faço questão de que me obedeçam- eu sei que não será sempre assim, sei que terei que ceder alguma vez na vida, mas as pessoas do grupo não demonstram o menor interesse que seja (com excessão de 2 ou 3 pessoas) e eu me desespero e acabo fazendo a maior parte sozinha!
Daqui há uma semana terá uma apresentação do que minha escola insiste em chamar de Feira Cultural, o grupo tem 10 pessoas, 10[!!] se eu já não suporto nem trabalhos em dupla quem diria trabalhos em grupo!
O tema é Astronomia (pq segundo a maioria do grupo esse tema é interessante, mas a maioria do grupo não pensou que além de 'interessante' é um tema beeeeeem complicado), tenho uma semana para terminar de arrumar o que será explicado e o que escreverão nos cartazes... dá vontade de sumir e deixar todos na mão, sozinhos sem saber o que fazer!
Mas minha consciência não me permite [e nem minha mãe]
Beijos Frustrados...

¬¬

domingo, 18 de outubro de 2009

A música sempre interfere no meu humor!

A música sempre (sempre mesmo) interfere no meu humor; tipo, se eu estiver triste e ouvir uma música mais melosinha eu começo a chorar e parece que tudo perde o sentido, mas daí eu ouço uma música mais alegre e começo a ver o lado bom, acho que é assim com a maioria das pessoas...
Se eu estou feliz, só ouço músicas alegres, danço e tal!
É incrivel, mas a mpusica interfere no meu humor sempre, basta ouvir uma coisa mais animada e eu me animo!
Creio que a música é um espelho: ela sempre mostra quem somos e o que sentimos, não é só barulho, é sentimento.
BeijoO

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Confesso que...

'Confesso que...'
essa frase curta intriga todo mundo né!!?!
Quando estou falando com alguem e esse alguem fala 'confesso que' eu fico muito ansiosa!
Quando estou no Orkut, visitando vááááárias comunidades para ver se o tempo passa eu sempre 'procuro por tópicos legais', e se tem o "Confesso que" ou "Jogo do confessionário" surge uma enorme alegria, e eu, obviamente, entro, às vezes nem posto uma 'confissão', entro mesmo é para ver a conofissão alheia; a maioria é do tipo: 'Confesso que sou gay, mas não assumo pra minha famíla e blábláblá²'
Aí eu me pergunto: porque essa enorme vontade de saber os podres alheios? Será que é porque saber os proprios podres machuca muito? Ou seria por julgarmo-nos sempre tão superior e melhor do que os outros?
Seja qual for o motivo, só me confeso em comunidades, porque confessar com padres é mais sério eu não gosto muito de pagar penitências!
BeeeijoO

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Blog Novo!

Hum...
Que delícia! Vocês estão sentindo esse cheirionho de novo? Esse cheirinho de tinta fresca, de casa nova, de Blog Novo!?!?!
Eu estou.
Já tenho um Blog, no início ele era um mini-diário-virtual, hoje ele é de moda [http://www.aneliseschinaider.blogspot.com], só falo de moda, roupas, sapatos, maquiagem etc, enfim, desse universo feminino que eu tanto amo. Mas admito que senti muita falta de ter um espaço para falar somente de mim, para falar De tudo um pouco, de mim - Muito!, resolvi fazer outro Blog para me confessar, me expressar ou para simplesmente ter outro Blog.
Essa foi a primeira postagem do Blog, não sei se foi boa, pois ainda tenho muito o que aprender como blogueira, mas um dia chego lá!
Beijinho.