quarta-feira, 29 de maio de 2013

Estranho

Tão estranho sentir-se feliz ao relembrar o passado e tão triste ao notar o presente. 
Lembranças que deveriam seguir o trajeto comum de uma lembrança - que é se enfraquecer com o passar dos tempos - pregam peças; aguçam sentidos; tornam-se mais fortes e vívidas. 
Um vento frio traz consigo um aroma conhecido, porém indecifrável. 
Uma música passa a ter mais melodias em sua própria melodia.
Um sabor, como que por mágica ou simples truque do cérebro, desperta a lembrança visual e após todas essas etapas, é seu rosto que ainda se atreve à perturbar.


Anelise C.

2 comentários:

  1. lindo seu texto..vivemos nessa gama de sentimentos.. e nem sempre as lembranças enfraquecem.. estão ali a cutucar e a nos deixar nostálgicos.. me atingiu o que vc escreveu.. obrigada pela visita..beijo

    ResponderExcluir
  2. Lindinha! Belo texto!!!
    Essas lembranças sempre aparecem. E elas realmente nos fazem viajar no tempo... Basta sabermos controlá-las que tudo fica bem...
    bjinhossssssss

    ResponderExcluir

Comente, quero saber sua opinião (=