sábado, 26 de março de 2016

O unilateral não me serve mais

Doação.
Do - a - ção.


Essa palavrinha possui um significado maravilhoso! O gesto de DOAR representa o quanto algo ou alguém vale pra você.


A maioria das pessoas acredita que devemos doar para os mais necessitados e, quando se fala em bens materiais, eu concordo plenamente com isso. Mas quando a doação é pessoal e sentimental, não existe essa de um ter que doar mais que o outro. Não, não... A doação em relacionamentos não pode ser unilateral.


Ambas as partes de um relacionamento devem se esforçar por igual para que o mesmo seja saudável, caso o contrário, uma das pessoas se sentirá menosprezada. E acreditem, eu já senti na pelo o desprezo algumas vezes e sei o quanto dói!


Há quem pense que por amor vale tudo. Que vale abrir mão de si mesmo, que vale abrir mão de amizades verdadeiras, que vale a pena engolir o amor próprio e enterrar a autoestima. Mas não, não vale. Quando se vive uma relação unilateral quanto mais você se doa para a pessoa, menos ela vai se doar pra você. Talvez ela nem perceba, afinal, já está acostumada a ter atenção, carinho e amor sem ter que retribuir de forma semelhante.


Terminar um relacionamento e se afastar de uma pessoa que você ama é muito difícil, pois sempre esperamos ser felizes ao lado de alguém, mas o sofrimento de se comprometer sozinho com algo é muito maior. É desgastante. E quando a situação chega nesse ponto, se faz necessário colocar um ponto final. Não por orgulho ou desistência. E sim por sobrevivência do seu próprio bem estar e amor próprio.


Mesmo que difícil, é necessário terminar relações que lhe fazem mais mal do que bem, afinal, você tem que cuidar bem do seu próprio coração e fazer escolhas que sejam benéficas para ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, quero saber sua opinião (=